As profissões no cinema

Aprenda um pouco mais sobre os cursos e carreiras de uma maneira bem divertida. Com base nas páginas mais acessadas nos últimos meses, o Ikwa selecionou uma série de filmes que ilustram o trabalho desses profissionais. Junte os amigos e bom filme!

“Tron” (Ciência da computação)
Steve Lisberger, 1985
Muito estudante que vai prestar vestibular no final do ano nem tinha nascido quando esse filme foi lançado. A produção da Disney inaugurou o uso de computação gráfica no cinema e não poderia ficar fora da nossa lista. Kevin Flynn (Jeff Bridges) é um programador de jogos eletrônicos que vai parar dentro de um computador que ele mesmo desenvolveu. Para se safar dessa, ele precisa travar lutas com o software de segurança Tron. Essa história fez tanto sucesso que o filme ganhará uma continuação, com promessa de estrear no ano que vem em 3D. Com gráficos muito melhores, a coisa só tende a melhorar. Se você quer aprender sobre o desenvolvimento desta tecnologia veja as duas versões. O trailer de “Tron Legacy” já está na rede.

“O Homem de Ferro” (Engenharia mecatrônica)
John Favreau, 2008
Você deve estar se perguntando: afinal o que este filme está fazendo nessa lista? Pois bem, Tony Stark (Robert Downey Jr.) personagem principal da trama é um bilionário profissional do ramo da engenharia que lida com os ciclos de produção industrial e robótica. Durante uma viagem ele é sequestrado por um grupo de rebeldes afegãos para construir uma máquina. Para se libertar, ele inventa uma forte e poderosa armadura, que começa a usar para combater o crime. Criado por Stan Lee, Larry Lieber, Don Heck e Jack Kirby, em 1963, esta adaptação dos quadrinhos pode não ser ideologicamente das melhores, mas é um exemplo de como até o mais comercial cinema hollywoodiano pode ser instrutivo. Não desperdice nenhum filme, eles sempre têm algo a dizer.

“Oscar Niemeyer- A Vida É um Sopro” (Arquitetura)
Fabiano Maciel, 2006
Primeiro documentário da lista, o filme traça um panorama da biografia do centenário Oscar Niemeyer, um dos mais reconhecidos do país. A narrativa é organizada em torno de depoimentos de pessoas de todas as áreas de conhecimento, como o compositor Chico Buarque, o historiador Eric Hobsbawm e os escritores Eduardo Galeano e José Saramago. Quem gosta da área vai se deliciar com as diversas imagens de suas obras em Brasília, Londres, Nova Iorque e em outros cantos do mundo. É uma aula de história da arquitetura no século XX, mas mais interessante é notar como suas crenças, paixões e valores políticos –ele é um comunista ferrenho- influenciaram a sua obra, com as linhas curvas e o exagerado uso do concreto.

“Quando Nietzsche Chorou” (Psicologia)
Pinchas Perry, 2007
O best-seller de Irvin Yalom fez tanto sucesso que já foi adaptado para o teatro e para o cinema. No filme, o filósofo alemão Friedrich Nietzsche (Armand Assante) ainda desconhecido, está apaixonado por uma amiga, sofre de enxaquecas, depressões e tem tendências suicidas. Ele busca a ajuda do médico Josef Breuer (Bem Cross), que também está com problemas emocionais por ser envolvido com uma paciente. Neste encontro fictício, os dois fazem uma verdadeira sessão de terapia, na qual um analisa o outro e ambos entram em uma viagem de auto-conhecimento. Sigmund Freud (Jamie Elman), considerado o pai da psicanálise, também aparece na história. Não espere que o filme dê conta da densidade de todos esses personagens históricos, mas ele dá oportunidade de entrar em contato com esse universo da psicologia. Aproveite e leia o livro homônimo, para entender as diferenças entre o original e a adaptação.

“Sob a Névoa da Guerra” (Relações Internacionais)
Errol Morris, 2003
Uma opção para quem conhecer as profissões é recorrer aos documentários. Neste caso, o filme é uma retrospectiva da vida de Robert S. McNamara (1916-2009), ex-secretário de Defesa dos governos de John Kennedy e de Lyndon Johnson. No seu mandato (1961-1968), foi influente nas decisões do país na Guerra Fria e na Guerra do Vietnã. O diretor intercala as falas de McNamara com imagens de arquivo e reconstituições. É uma ótima oportunidade para entender melhor fatos marcantes da história política do século XX, como a crise dos mísseis de 1962, o governo JFK e o bombardeio das cidades japonesas, sob o ponto de vista de um político e estrategista norte americano.

“Boa noite, Boa sorte” (Jornalismo)
George Clooney, 2005
Década de 50, nos Estados Unidos, em plena época de caça aos comunistas. A equipe do programa “See It Now”, da rede de televisão CBS, tenta exibir no jornal a “caça às bruxas” iniciada pelo senador republicano Joseph McCarthy. Em represália, Edward R. Morrow (David Strathairn), âncora que usa o bordão “boa noite e boa sorte”, começa a receber ameaças do senador. O longa documenta o contexto histórico da época, faz uma ácida crítica aos meios de comunicação atuais e, de quebra, mostra os desafios de uma equipe de reportagem para defender a verdade, a liberdade de expressão e os direitos civis.

“Mera Coincidência” (Publicidade)
Barry Levinson, 1997
Um presidente norte-americano muito popular (Michael Belson) se envolve em um escândalo sexual às vésperas das eleições. Para tentar reerguer a imagem do chefe da nação e desviar a atenção dos eleitores, a assessora da Casa Branca (Anne Heche) decide chamar Conrad Brean (Robert De Niro), um dos maiores profissionais de publicidade do país, e Stanley Motss (Dustin Hoffman), produtor de cinema, para criar uma falsa guerra dos EUA contra um país pouco conhecido. Esta sátira do mundo da política também discute o poder de manipulação da mídia e a influência do trabalho dos profissionais de comunicação na vida das pessoas. Excelente para todos os estudantes e profissionais da área de comunicação.

“Linha Mortal” (Medicina)
Joel Schumacher, 1990
Todo estudante de medicina precisa aprender a lidar com a vida e com a morte. Neste filme, cinco alunos (Kiefer Sutherland, Julia Roberts, Kevin Bacon, William Baldwin e Oliver Platt) decidem fazer isso de uma forma muito mais radical. Essa ficção científica joga com questões essenciais do trabalho médico com um pé no suspense e no terror. Vai encarar?

“O Advogado do Diabo” (Direito)
Taylor Hackford, 1997
Kevin Lomax (Keanu Reeves) é um jovem e talentoso advogado de defesa da Flórida que nunca perdeu uma causa. Tudo corre bem na sua carreira, até ser contratado por John Milton (Al Pacino), dono da maior firma de advocacia de Nova York. Kevin começa a ter mordomias e um salário de dar inveja. Ao mesmo tempo, pega o caso de um cliente acusado de assassinato e deixa de viver sua vida particular enquanto seu chefe se mostra cada vez mais diabólico. O filme coloca em discussão valores éticos e morais, o livre arbítrio e a honestidade, fundamentais para o trabalho de um advogado.

“Piratas do Vale do Silício” (Administração)
Martyn Burke, 1999
Este filme é uma referência para quem é da área de informática. No entanto, entra aqui para ilustrar a carreira de administração, pelo simples fato de que conta a história de Steve Jobs, Steve Wosniak, Bill Gates e Paul Allen, os homens por trás das duas maiores empresas de informática do mundo. Tudo começa nos tempos em que eram jovens estudantes e o enredo se desenrola até as empresas se tornarem grandes concorrentes. É uma verdadeira aula para você aprender os macetes de estratégia, empreendedorismo e administração de empresas com os donos da Apple e da Microsoft. Apesar de ser uma ficção, muita gente por aí assume que tudo o que rola ali é a mais pura verdade. Resta ver para crer. Baseado no livro “Fogo no Vale: O Nascimento do Computador Pessoal”, de Paul Freiberger e Michael Swaine.

Publicação original: Site Ikwa (05/10/2009)

Anúncios

Um comentário em “As profissões no cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s