Bacharelado, tecnológico ou técnico?

Os caminhos para a formação profissional são diversos. Conheça as características de cada tipo de curso e escolha qual tem mais a ver com o seu perfil

Vídeo

Terminar o ensino médio, entrar na faculdade e se diplomar como bacharel é uma trajetória comum no Brasil. Porém, nem sempre é o caminho mais fácil para a sua realização profissional. Se você quiser se tornar advogado, médico, jornalista ou psicólogo não encontrará muitas dúvidas, na medida em que para se formar você só pode fazer bacharelado e licenciatura. O problema existe quando justo o curso que você quer é oferecido como bacharelado, tecnológico e técnico, como é o caso de comércio exterior, design de interiores, química e turismo. O que fazer neste caso? Calma, tomar esta decisão pode não ser tão complicado quanto parece. Para isso você precisa conhecer bem as diferenças, vantagens e desvantagens de cada um.

O bacharelado é a modalidade mais conhecida no Brasil. Basta lembrar da trajetória dos seus avós, pais, tios, primos e amigos. Em geral, são cursos mais longos, de quatro a seis anos, e oferecem uma formação teórica bem ampla. Sendo assim, o estudante terá um campo maior de atuação quando começar a vida profissional. No entanto, demora um pouco mais para começar a trabalhar e sai da faculdade sem uma especialização. Em compensação, poderá seguir carreira acadêmica, já que pode fazer pós-graduação lato e stricto sensu.

As graduações tecnológicas possuem uma carga um pouco menor de estudos, já que duram de dois a três anos. Por isso, são indicadas para quem quer entrar rápido no mercado de trabalho. Este foi o caso do Thiago Barbosa, 19 anos. “Não fui aprovado quando prestei para o bacharelado de turismo e não queria fazer mais um ano de cursinho”, afirma o estudante do 3º ano da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas). Ansioso para trabalhar, decidiu trilhar outro caminho. “Comecei a pesquisar nos sites das faculdades, comparar as grades curriculares, o tempo de duração dos diferentes níveis do curso e descobri que, em geral, os professores do tecnológico atuam no mercado enquanto os de graduação dão aula”, explica o futuro tecnólogo. Apesar de serem equivalentes aos bacharelados, de acordo com o Ministério da Educação, os diplomas tecnólogos nem sempre são aceitos pelas instituições de ensino na hora de tentar uma pós-graduação. Na seleção, alguns critérios, como a carga horária do curso, serão avaliados para você concorrer ao processo seletivo.

Os cursos técnicos, por sua vez, são profissionalizantes. Conciliam a carga de estudos teórica com a prática e duram cerca de dois anos. Destinam-se a quem pretende entrar logo no mercado de trabalho, por isso a formação é bem específica. Este profissional poderá exercer somente ocupações técnicas. Foi exatamente por este motivo que Caio da Rocha escolheu abandonar a carreira para se tornar técnico em turismo. “Vejo no dia a dia profissional que muitos colegas que fizeram uma graduação em turismo não sabem como entrar no mercado e não possuem um treinamento específico.” Caio está certo, já que para exercer sua atual profissão de guia de turismo é necessário ter registro como técnico, o que não conseguiria em uma graduação.

Andréa Nakane, coordenadora do bacharelado de turismo da Universidade Anhembi Morumbi, esclarece o motivo para os cursos técnicos não habilitarem para uma pós. “São considerados de nível médio, diferente de um bacharelado ou graduação tecnológica, que são de nível superior.” Para Andréa, seria interessante “o estudante começar por um técnico e, se identificar que gosta mesmo daquela área, buscar uma formação mais completa como tecnólogo ou bacharel e só depois se aprofundar em uma pós”.

Antes de tomar sua decisão, reflita com cuidado se você pretende se tornar um pesquisador e fazer carreira acadêmica, se prefere se formar de olho no mercado de trabalho ou se quer se especializar em uma determinada área. Leve em conta a sua situação financeira e a sua disposição para estudar. Lembre-se: cada modalidade de curso é indicada para um perfil de estudante, de acordo com seus interesses e perspectivas de vida.

Publicação original: Site Ikwa (19/03/2010)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s